Loading...

sábado, 21 de janeiro de 2012

De onde então vem o conceito de "levita"? Tomamos por empréstimo de Israel e do Velho Testamento. Originalmente, "levita" significa "descendente de Levi", que era um dos 12 filhos de Jacó. Os levitas começaram a se destacar entre as 12 tribos de Israel por ocasião do episódio do bezerro de ouro. Quando Moisés desceu do monte e viu o povo entregue à idolatria, encheu-se de ira e cobrou um posicionamento dos israelitas. Naquele momento, os descendentes de Levi se manifestaram para servirem somente ao Senhor (Êx 32:26). Daí em diante, os levitas se tornaram ministros de Deus. Dentre eles, alguns eram sacerdotes (família de Aarão) e os outros, seus auxiliares. Embora os sacerdotes fossem levitas, tornou-se habitual separar os dois grupos. Então, muitas das vezes em que se fala sobre os levitas no Velho Testamento, a referência se aplica aos ajudantes dos sacerdotes. Seu serviço era cuidar do tabernáculo e de seus utensílios, inclusive carregando tudo isso durante a viagem pelo deserto (Números capítulos 3, 4, 8, 18).

Naquele tempo, os levitas não eram responsáveis pela música no tabernáculo. Afinal, não havia uma parte musical no culto estabelecido pela lei de Moisés, embora as orações e sacrifícios incluíssem o sentido de louvor, adoração e ações de graças.

Muito tempo depois, Davi inseriu a música como parte integrante do culto. Afinal, ele era músico e compositor desde a sua juventude (I Sm 16:23). Então, atribuiu a alguns levitas a responsabilidade musical. Em I Crônicas (9:14-33; 23:1-32; 25:1-7), vemos diversas atribuições dos levitas. Havia então entre eles porteiros, guardas, padeiros e também cantores e instrumentistas (II Crônicas 5:13; 34:12).

Considerando o paralelo existente entre Israel e a Igreja de Jesus Cristo, podemos até utilizar o nome "levita", embora não sejamos descendentes de Levi. Mas, se queremos assim considerar, então todos os que servem em qualquer ministério podem ser chamados "levitas". O levita é aquele que executa qualquer serviço ligado ao culto. O levita é simplesmente um servo e não alguém que esteja na igreja para ser alvo da glória humana.

Aqueles levitas, designados por Davi para o louvor, eram liderados por Asafe, Hemã e Jedutum, e tinham a tarefa de PROFETIZAR com harpas, alaúdes e saltérios (I Crônicas 25:1). Nessa época, surgiu a maior parte dos salmos de Israel. Hoje, podemos testificar que aqueles levitas eram mesmo profetas. Por meio deles o Espírito Santo falava ao povo. Além disso, eram mestres no que realizavam (I Cro 25:7). E nós? O que somos? Se quisermos usar o nome de "levitas" precisamos nos dispor para o serviço e para caminhar em direção a um nível de qualidade excelente no ministério

2 comentários:

  1. PR. PAULO ROBERTO, ESTÁ DE PARABÉNS PELO SEU TRABALHO COM OS LEVITAS, TENHO VISTO A SUA PREOCUPAÇÃO EM LEVAR O NOME DE DEUS, ATRAVÉZ DA DESCEDENCIA DE LEVI.
    ESTE MINISTÉRIO DE LOUNOR É DE SUMA IMPORTANCIA, É A ARMA MAIS FORTE QUE TEMOS PARA EVANGELIZAR, ATÉ PORQUE NA VOLTA DO SENHOR, QUASE TODOS OS MINISTÉRIO VÃO PARAR, MAIS O LOUVOR NÃO PARA, NÃO PARE DE LOUVAR, POIS O LOUVOR DISSIPA AS TREVAS, COM UMA BOA HARMONIA, UMA BOA LETRA NUM CONJUNTO, FAZ MOVER O CORAÇÃO DE DEUS, E ASSIM ELA DERRAMA O SEU PODER, O ESPIRITO SANTO DE DEUS DESCE SOBRE NÓS.

    FICO FELIZ EM FAZER PARTE DESTA DIRETORIA DA CIA GOSPEL, ATÉ PORQUE QUIZ FAZER PARTE, NÃO SÓ PELA AMIZADE QUE TENHO AO PR. PAULO ROBERTO, MAIS TAMBÉM PELA GANDEZA EM QUE VI NA CIA GOSPEL, EM FAZER PELOS OS LEVITAS, EM LEVAR PARA OS IRMÃOS, O PODER, A UNÇÃO E DO MOVER DO ESPIRITO SANTO DE DEUS ATRAVÉZ DOS LOUVORES, DOS LEVITAS...

    DEIXO AS MINHAS CONSIDERAÇÕES FINAIS, PEDINDO A DEUS QUE CONTINUE ABENÇOANDO ESTE MINISTÉRIO A VIDA DO PR. PAULO ROBERTO, AOS LEVITAS AQUI PARTICIPANTES E A TODOS OS IRMÃOS QUE PARTICIPAM DIRETA E INDIRETAMENTE COM ESTE MINISTÉRIO.

    ResponderExcluir